Operadoras de planos de saúde enfrentam uma série de desafios. Alguns dos mais importantes estão diretamente relacionados à sinistralidade. Para superar as limitações nas tabelas de preços, as reduções marginais e o elevado custo do sistema, os gestores precisam de estratégias eficientes. As informações obtidas com um software de gestão podem ser decisivas. Afinal, o que não é medido não pode ser gerenciado ou melhorado.

O ERP nas Operadoras de Saúde

Operadoras de plano de saúde costumam utilizar softwares de gestão como os ERPs (Enterprises Resource Planning). Neles, geralmente, a extração e a interpretação de dados fundamentais para a estratégia da empresa ainda são muito lentas. Os relatórios operacionais são gerados, mas cabe à equipe cruzar informações e emitir indicadores e relatórios gerenciais.

Assim, o gestor pode ter que esperar dias ou até semanas para saber indicadores e informações relevantes para a tomada de decisão. Como exemplo, cruzamentos como a performance de custos de um prestador em relação a entrega de saúde ou qual o potencial de economia de toda a sua carteira com os exames e procedimentos.

BI – Business Intelligence na Saúde

Para ganhar agilidade, algumas operadoras de saúde optam por um software de gestão com Business Intelligence (BI). Estes sistemas reúnem ferramentas capazes de analisar e cruzar os dados para a tomada de decisão, com base nos dados passados.

Os sistemas de BI, no entanto, ainda dependem de uma equipe que gere os relatórios desejados. Uma ação operacional e sistemática, que ocupa tempo e recursos para somente depois tornar possível a análise pelo gestor.

Machine Learning e Inteligência Artificial

A tecnologia continuou sua evolução e novas soluções, como Machine Learning e Inteligência Artificial, estão disponíveis em diferentes aplicações. Atualmente, existem sistemas de gestão para operadoras de Saúde que associam tais avanços tecnológicos.

Hoje é possível contar com o suporte de recursos de BI, Machine Learning e Inteligência Artificial em uma única plataforma para operadoras de Saúde. Soluções como o Dictas, da Softplan, fazem o reconhecimento automático de padrões, adaptam-se a novas variáveis, oferecem respostas inteligentes e insights.

Apontam, por meio de análises preditivas, caminhos para que o gestor da operadora possa reduzir a sinistralidade, evitar desperdícios e atuar com ações preventivas junto aos grupos de risco entre os usuários.

Dictas – Solução para Operadoras de Saúde

O Dictas é uma plataforma para as operadoras de Saúde que une diversos recursos tecnológicos. Opera de forma integrada ao software de gestão das operadoras, captando os dados e aplicando cruzamentos e análises preditivas.

Trata-se desde uma ferramenta de suporte à operação diária, até um instrumento preciso, que realiza uma análise profunda, inteligente e segura dos dados de usuários e prestadores da operadora de saúde.

Desenvolvido pela Softplan, o Dictas aprende com os dados e oferece uma enorme quantidade de insights. Calcula automaticamente os indicadores de desempenho das operadoras, faz análises avançadas de custos, aponta oportunidades relevantes para economia e aprimoramento da performance. Predições sobre o desempenho, que levariam dias para chegar ao gestor, estão disponíveis de forma imediata.

O Dictas é desenvolvido por uma equipe de especialistas em ciência de dados, Inteligência Artificial e com experiência em gestão da Saúde. Oferece um dashboard com KPIs importantes para os gestores de operadoras, com acesso direto às informações e análises. Tudo por meio de um portal seguro, via web, acessível inclusive pelo celular.

Insights para Redução de Custos e Entrega de Saúde

Com o Dictas, as operadoras de Saúde contam com um software de gestão efetivo, capaz de aperfeiçoar governança, a performance assistencial e a entrega de saúde. Ao mesmo tempo, auxilia na redução dos índices de sinistralidade, predizendo riscos e apresentando insights para medidas preventivas. O Dictas também identifica comportamentos fora do padrão, por uma série de cruzamentos, auxiliando na redução de  desperdícios.

Alguns exemplos:

  • Identificar comportamentos fora do padrão;
  • Ver claramente em que ponto as principais áreas ofensoras de custos podem ser aperfeiçoadas;
  • Saber exatamente quais os valores encaminhados para cada setor, empresa ou grupo estatístico de usuários – e o potencial de economia;
  • Ter uma visão 360 graus de todos os contratos estabelecidos pela operadora de saúde, indicando as variações de preços de serviços;
  • Utilizar a inteligência artificial para identificar grupos de risco para o desenvolvimento de ações de prevenção, para melhorar as condições de saúde dos beneficiários;
  • Avaliar e simular o impacto de cada ação no aperfeiçoamento da sinistralidade e da entrega de saúde;

Com o Dictas, é possível analisar de forma profunda os dados da operadora de Saúde, com a agilidade necessária para uma gestão eficaz.

A solução, baseada em nuvem, não requer investimento em estrutura. Pode atuar de forma integrada ao software de gestão da operadora de Saúde, agregando recursos essenciais para a redução de custos assistenciais e entrega de mais saúde aos beneficiários.

Saiba mais sobre o Dictas e surpreenda-se!

Comentários

blog-dictas