Quem já viu ou leu sobre o clássico detetive Sherlock Holmes se impressionava com a sua inteligência e perspicácia, não é verdade? Recentemente, parece que o famoso inglês está perdendo espaço para um homônimo de seu fiel companheiro. Enquanto o Watson inglês ficou à sombra da genialidade do Mr. Holmes, o outro criado pela IBM – Watson Analytics – está se superando.

Na verdade, esse último não é uma pessoa e sim um conjunto de tecnologias avançadas de analytics e inteligência artificial que estão disponíveis para que as empresas resolvam problemas práticos do dia-a-dia através da construção de aplicações sofisticadas e ao mesmo tempo simples. Já tratamos sobre analytics anteriormente aqui.

Nessa semana, a IBM apresentou o Watson para o time da Dictas. Articulado, Watson deu detalhes sobre as tecnologias que domina, desde interpretar imagens radiológicas para identificar tumores, até possibilitar que um robô converse com um profissional de saúde para ajudá-lo com informações sobre doenças e indicadores de desempenho do hospital ou operadora de saúde.

E para ser didático, Watson ainda trabalhou junto com a nossa equipe para mostrar como podemos classificar documentos e extrair dados de textos. Imagine pegar o prontuário médico e poder organizar o histórico de saúde do paciente, para enriquecer o trabalho dos profissionais e entregar mais saúde para a pessoa.

Foi muito bom ter um contato próximo com o Watson e saber que podemos contar com ele para aumentar o cuidado da saúde das pessoas, além de reduzir os custos totais envolvidos.

Para reforçar a brincadeira, o Watson inglês era médico… Acho que o criador de Sherlock Holmes, Sir Arthur Conan Doyle, foi um visionário.

Elementar, meu caro Watson!

Comentários

blog-dictas